quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Perguntas da Carla


"Olá Docinho, Coração e Salgadinho

Primeiramente, gostaria de parabenizá-los pelo blog, as informações que vocês publicam ajudam muita gente a conquistar seus sonhos! Compartilhar informação por puro altruísmo é uma virtude e tanto!

Me chamo Carla e pretendo me candidatar ao curso de mestrado em direito na UC em 2013/2014, mas estou super insegura em relação ao processo seletivo. Desde a minha formatura, há exatos dez anos, trabalhei em escritório ou na área pública e há apenas alguns meses mudei minha vida. Saí do meu emprego e comecei minha jornada em busca de meu sonho, a área acadêmica. Resumindo, só agora estou começando a estudar para poder participar de um processo seletivo para o mestrado em direito e quando surgiu para oportunidade (financeira) de estudar em Coimbra ainda esse ano, fiquei super nervosa em relação ao processo seletivo.  Já ouvi várias pessoas dizendo que as aulas são ministradas em inglês, o que para mim não tem sentido nenhum, mas ouvi isso! Confesso que meu inglês é bem capenga, até leio alguma coisa, mas aí participar de uma aula toda sendo ministrada em inglês já não dá. Algumas pessoas que disseram que o currículo tem que ser turbinado, com experiência na área acadêmica ou vários artigos publicados. E em relação a entrevista já me colocaram o maior terror!
Confesso que estou muito tensa e se vocês puderem me esclarecer como realmente aconteceu com vocês, ficarei muito, mas muito grata!!
Agradeço imensamente a tenção.
Abraços. Carla. "


Oi Carla,

Agradeço os elogios e a apreciação, mas quem disse que é de graça, rapá???!! Depois te passo nossa conta para o ajuste, viu??? kkkkkkkkkkkk

Sou e sempre fui defensor de que ajudar não dói e facilita a que outras pessoas não passem o perrengue que nós passamos. Quando viemos, sofremos um bocado por falta de informações, daí que achamos que outros poderiam vir (já que vão vir de qualquer jeito), mas com menos sofrimento e complicações. Aquele negócio do "com jeitinho". kkkkkkk E acho que temos atingido, ao menos para alguns, nossos objetivos.

A faculdade de Direito, por ser a mais tradicional da Universidade, tem umas besteiras mesmo. São extremamente formais (se acha o Judiciário formal no Brasil, vai ver que o daqui está ainda no nosso século XIX) e cheios de coisas. MAS, não estão com essa bola toda! Outras várias faculdades já tomaram a primazia de Coimbra em Direito dentro de Portugal, então a procura pelos mestrados aqui caiu um bocado, embora ainda seja grande. Acho que com isso eles baixaram um pouco a bola. Ao menos um pouco! :)

As aulas em inglês vão depender do ramo que escolher. Se for Direito da Concorrência ou Direito Internacional, lamento, mas vai mesmo ter um bocado de aulas em inglês. Muita gente com inglês capenga consegue acompanhar, portanto, não será a única na sala com dificuldades. Mas como tem algum tempo aínda para vir, se seu plano é mesmo uma destas áreas, talvez valha a pena fazer uma assinatura de TV a cabo da BBC e ir treinando o ouvido. Simples assim. Acredite, funciona melhor do que imagina. Mas, por que a BBC? Porque a referência na Europa é o inglês britânico, logo o que vai ouvir aqui é isso, não o padrão americano. Daí ser bem mais fácil acostumar com a BBC ao invés dos canais americanos (embora estejamos acostumados com o inglês americano, eles usam mais two or three-word verbs, enquanto os britânicos usam muito mais verbos específicos, mais oriundos do latim. O sotaque se estranha um pouco no início, mas depois entra no sangue e sai na urina, portanto, moleza! kkkkk). Não acho que deveria sequer cogitar pensar em DEIXAR de vir por causa disso. Acredite, MUITA gente aqui não entende tanto o inglês assim e vai se virando, incluindo os portugueses.

Se fosse para o doutorado, diria que seu curriculum realmente teria que estar mais recheado, pois sem trabalhos acadêmicos ou uma indicação de um professor, seria difícil entrar. Mas não no mestrado. Quem te informou isso errou feio. Claro que ajuda se tiver aquele lindo curriculum, mas não é sine qua non. MAS, veja bem, publique ainda alguma coisa. Tens tempo. Comece a escrever para o JUSNAVIGANDI ou para o revista Prática Jurídica ou outras do grupo Consulex. Não é tão difícil ser publicado quanto alguns podem imaginar. E douraria seu curriculum, claro. Além de ser bom pro ego!! :)

A entrevista é um terror mesmo. Mas fiz de bermudas na sala de casa!!! kkkkkkk Eles só viam minha imagem de terno e gravata e da cintura para cima no Skype. Portanto, para aguentar o calor, usei do expediente do Cid Moreira (que apresentava várias vezes o JN de bermudas e terno!). Quando acabei a entrevista tive a certeza de que não tinha sido selecionado. Pegaram meu histórico da faculdade (que enviamos com antecedência) e foram destrinchando e perguntando porque eu tinha ido mal nesta ou naquela matéria... foi  um horror. Caras sérias, parecia o MEU funeral do outro lado da câmera. Acabou sem uma palavra de simpatia, mas depois fui aprovado e muito bem. A Docinho teve uma entrevista melhor, o cara foi todo simpático e já ao final da entrevista disse que ela muito provavelmente seria selecionada. Então, depende um pouco de sorte. Eu dei azar, ela, não. Ou seja, vai numa reza brava, faça umas novenas, faça um despacho ou sei lá qual a sua religião, mas vá fundo e peça, criatura, porque ajuda!! rsrsrsrsrs Agora, a sério, não se impressione com a entrevista. E nem perca o sono com ela. Não minta no curriculum (eles LÊEM mesmo o negócio), seja bem clara na sua exposição do motivo que te leva ao mestrado, e pronto. 

Ah, importante, o MESTRADO aqui na Europa NÃO tem conotação acadêmica como no Brasil! Isso é importante, o mestrado aqui é condição essencial para a PRÁTICA de muitas profissões, incluindo o Direito (só pode fazer a prova da Ordem aqui quem tiver mestrado). Então, essa coisa do academicismo que cerca o mestrado no Brasil NÃO existe aqui. Daí ser mais tranquilo para quem tinha vida exclusivamente profissional e não acadêmica (como eu, por exemplo) conseguir entrar, o que seria quase impossível no Brasil.

Relaxou?
:)

Abraços e anime-se, mulher! Vá atrás do seu sonho. Não é sempre que a conjunção de condições vai se apresentar. Se está com tudo pronto, não deixe de tentar. Vai se surpreender de como será MIL VEZES mais FÁCIL do que imagina.

PS: acho que muita gente volta ao Brasil falando maravilhas sobre os estudos aqui em Coimbra ou mesmo dos terrores e dificuldade para entrar para valorizar seu próprio feito. Só pode. Os estudos são fracos, já disse antes, são muito melhores boas universidades particulares no Brasil do que aqui. E para entrar não é nada complicado, embora burocrático (como tudo neste país). Falar outra coisa é querer puxar a brasa para a própria sardinha. Nós, por outro lado, não temos nada que esconder ou a ganhar (mas se quiserem o número da conta, eu dou, viu???!!!kkkkk Aceito subornos!! kkkkkk) falando mentiras para vocês. O que escrevemos aqui é exatamente o que se passou - e se passa - conosco todos os dias. 

Abs

Coração




3 comentários:

  1. Oi Carla,
    poderiamos trocar email para uma troca de informações.
    Bom anota ai meu email.
    anderson83lima[arroba]gmail.com
    coloco o email assim pra evitar spam.

    anderson lima

    ResponderExcluir
  2. Olá Docinho, Coração e Salgadinho!
    Muito obrigada pela atenção em responder todas as minhas perguntas e ainda me tranquilizarem em relação ao processo seletivo. Vou tentar o mestrado sim e espero conhecê-los em Coimbra!
    Valeu demais! Vocês são sensacionais!
    Abraços. Carla

    * Anderson, já te enviei um email, vamos trocar figurinhas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carla.
      Estaremos por aqui esperando, viu? E cobraremos a visita!!! :)
      Boa sorte no processo seletivo e verá que será muito mais tranquilo do que todo mundo fala.
      Abraços
      Coração

      Excluir