quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Lisboa 2ª parte - dia 3

Jardim Zoológico

Considerado um dos melhores zoológicos da Europa, o zoo de Lisboa é GRANDE. E eu digo, GRAAAAANDE mesmo, portanto, separe um dia inteiro para o passeio ou então ao menos uma tarde inteira (incluindo o horário até 20h, fechamento no verão). 

Eles estão com uma campanha que diz: traga sua fera para conhecer as nossas! Pois é, resolvemos mesmo levar nossa ferinha para ver as deles... e não deram nem para o começo! O Monstrinho bota todos no bolso! kkkkkkk

Além dos milhões de bichinhos normais em tudo quanto é zoológico, há apresentações várias vezes ao dia - ao menos no verão. Tem a alimentação dos leões-marinho, o show de golfinhos, a alimentação dos pelicanos, o vôo das aves, exposição de répteis e etc. E como estas coisas acontecem ao longo do dia inteiro, fica-se indo de um lado a outro do zoo para ver tudo isso. LEGAL!

Há ainda um teleférico gratuito que circula por sobre todo o zoo, portanto, além de ver os bichos na perspectiva normal, podemos vê-los de cima, o que é MUITO legal, exceto na hora em que passamos sobre a área dos leões... e não há rede de segurança por baixo... dá um certo medo do negócio pifar ali e estarmos mesmo enrascados! :)

Não perca o show dos golfinhos e focas. É muito legal. Dura uns 40 minutos e acontece (no verão) 3 vezes ao dia, acho que 11h, 15h e 17h (mais ou menos isso). Nós, gulosos, vimos duas vezes! E não vimos às 11h porque nos atrasamos um pouco... agora, CHEGUE cedo na área do show, pois fica mesmo muito cheio e poderá ficar de fora. Uns 15 minutos de adiantamento valem a pena. Depois da apresentação dos golfinhos e das focas, pode-se ir tirar fotos ao lado dos bichos... as crianças ficam doidas!

O vôo das aves é MUITO legal, com araras voando sobre nossas cabeças, gaviões, águias, uma espécie de condor enorme... bem legal mesmo. Também pode-se tirar fotos ao lado das aves e dos répteis após seus shows. 

Nós fomos de ônibus - caaaaaaaaaaaaaaaaaaaaro, porque os manés não sabiam ainda do tal ticket com várias passagens e que sai bem mais em conta. Levamos uns 6 minutos do hotel até lá. Daria para ir a pé, mas com uma criança era complicado. Tem metrô em frente ao zôo, portanto, são várias opções. 

Pode-se fazer picnics dentro do zôo, pois há áreas para sentar e comer, havendo muitas máquinas de venda de água e refrigerantes por todo o parque. Mas há inúmeros bares e restaurantes, inclusive um McDonald's (que fica impraticável na hora de pico do almoço) ao lado dos crocodilos. Ou seja, comida não é problema.

Uma vez nós conseguimos uma promoção show de bola no Marriott Lisboa. Se conseguirem - ou tiverem bala na agulha para ficar lá - além do melhor café da manhã de toda a minha vida (espetacular!!!) dá para ir a pé, pois fica a uns 5 minutos andando. 

Se não quiser "morrer" nos 17 euros da entrada, tudo bem, o lado de fora do zôo já é uma atração. Tem lago com bichos, tem os crocodilos, flamingos e outras aves circulando... aliás, tinha um pavão espião, rapaz... o bicho estava em todo lado... parecia que estava seguindo a gente! kkkkkkkk Antes que esqueça, pode-se sair e voltar ao zôo quantas vezes quiser ao longo do dia, pois carimbam a sua mão e com isso pode-se sair, ir ao hotel, dormir, comer, passear e depois voltar. 

Passeio MUITÍSSIMO RECOMENDADO.

Abs

Docinho e Coração




eu juro que esse bicho tava seguindo a gente!











neste local é feito o vôo das aves... sugiro ficarem nas cadeiras ali na frente. São sob o sol forte, mas as da sombra (onde nós ficamos) têm uma visão pior.











































































Nenhum comentário:

Postar um comentário