sexta-feira, 4 de julho de 2014

Dia de Santa Isabel

Hoje é feriado em Coimbra por ser dia de sua padroeira, Santa Isabel.

Para quem não sabe, Isabel foi Rainha de Portugal, considerada extremamente piedosa e bondosa com os pobres. Quando enviuvou de El Rey D. Diniz, ela fez uma peregrinação a Santiago de Compostela - então o mais importante centro de peregrinações do mundo (já que Jerusalém estava fechada aos cristãos) - e teve uma visão divina. Retornando à capital do Reino, Coimbra, doou todas as suas jóias para ajudar aos pobres e fundou o Mosteiro de Santa Clara - hoje dito o velho, pois séculos depois mudaram sua localização em função das cheias do rio Mondego.

---- interlúdio: VISITE O MOSTEIRO DE SANTA CLARA, A VELHA. Esteve alagado e abandonado por um tempinho... digamos.... 500 anos!!! Mas foi restaurado parcialmente neste século e tem atrações bem interessantes de conhecer. Claro que há um viés nesta nossa percepção, pois somos fanáticos por história e eventos históricos, mas mesmo para quem não seja tanto, é interessante ver como era um local destes. Há um museu no seu interior com objetos das freiras de então, vídeos explicativos e normalmente exposições temporárias. É baratinho na maior parte dos dias e grátis nos domingos de manhã --------

Após a morte da Rainha Isabel, houve notícias de vários milagres a ela atribuídos (além de outros em vida também!) e foi elevada a Santa há vários séculos, sendo a mais venerada em Portugal. Um detalhe interessante é que sua tia, também chamada Isabel, mas rainha na Hungria ou algo assim, também foi santificada! Família especial esta!! Assim, há ao menos duas santas chamadas Isabel... cuidado para não rezar para a Santa errada! kkkkk

Todos os anos nesta data há festas pela cidade e, na passagem de 3 para 4, há fogos de artifícios no rio Mondego. Diga-se de passagem, muito mais caprichados do que os feitos no Ano-Novo. O show de ontem foi bem legal, a noite estava agradável e, após um simpático jantar no restaurante Itália (fica "pendurado" sobre o rio e é um restaurante, claro, de comida italiana muito bom), fomos com nossa sonolenta princesinha apreciar os fogos na beira do rio. As pontes estavam lotadas de gente para assistir e foi simpático.

Nesta época do ano há procissões e parques de diversão na beira do rio (no espaço onde fazem a Queima das Fitas), com inúmeras apresentações pelas ruas, palhaços e etc. Aliás, já ia me esquecendo! Ontem, antes de irmos ao restaurante, assistimos em frente ao mosteiro de São Jerônimo, na Baixa, a um belo espetáculo de fado. Importante, como aliás o apresentador fez questão de enfatizar, é dizer que o fado típico de Coimbra é diferente do fado português típico, portanto, quem conhece fado NÃO necessariamente conhece o típico aqui da cidade. Vale a pena dar uma espiada.

Fica a lembrança. E viva Santa Isabel de Coimbra!

Abs

Coração

2 comentários:

  1. Muito legal! Obrigado pela riqueza de detalhes prestada nesse solidário blog! A família de vocês também é muito especial!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Thiago... elogio muito apreciado!

      Abs

      Coração

      Excluir